Membros

Lembrar de mim

Cultura

Festa Junina Gaúcha 2012 no Parque da Harmonia

Publicado: Jun 29, 2012 por Carlos Arquivado em: Cultura Porto Alegre Variedades

O que: FESTA JUNINA GAUCHA 2012
Onde: Parque Estância da Harmonia
Quando: De 27 a 30 de junho de 2012
Hora: 10h as 22hs

A ASPERGS - Associação de Piquetes do Parque Harmonia e do RS, realizará uma festa junina em local público
com a intenção de integrar as famílias gaúchas em um ambiente saudável e seguro.

Serão três galpões ocupados com: Praça de alimentação, jogos infantis e expositores com comidas típicas juninas.

No dia 30, encerra-se a festividade com um baile.

BAILE com ADRIANO MACEDO e grupo LOKO DE GAÚCHO.
Local: Centro de Eventos "Casa do Gaúcho", no Parque da Harmonia.
Hora: 23hs
Ingresso: R$ 5,00

Contato:  
Pedro Moreira - Presidente da ASPERGS
Fone:(51) 9987 8898
E-mail: 
pedromoreira53@gmail.com
www.aspergspiquetes.com.br

Festa Junina


 

Realização


A Associação dos Piquetes da Estância da Harmonia e do Estado do Rio Grande Do Sul é também identificada pela sigla ASPERGS, inscrita no CNPJ sob n. 04.776.572/0001-18, que contém, para todos os efeitos judiciais ou extrajudiciais, a mesma força designativa da denominação completa.
 
A ASPERGS é a Entidade que regulamenta os piquetes que acampam no Parque da Harmonia, e no Estado do Rio Grande do Sul, cujo objetivo é promover acampamentos, palestras, cursos de atividades campeiras, esportivas, valorizar, organizar, defender, promover e representar as tradições e a cultura gaúcha, sendo constituída por um Conjunto de associadas, reger-se-á segundo os ditames do Estatuto Social, os preceitos da legislação (Lei 10.406 de 10/01/2002 (NCC) superior e principalmente do Artigo 53 e seguintes do Código Civil Brasileiro e apoiada pela Lei municipal 7.855/1996.

Juridicamente, a Associação dos Piquetes da Estância da Harmonia e do Estado do Rio Grande Do Sul é uma sociedade civil, sem fins econômicos, com duração indeterminada e número indeterminado de associados, fundada em 10/04/2000.

A existência legal da ASPERGS decorre da inscrição de seus atos constitutivos no Serviço de Registro de Documentos e Registro Civil das Pessoas Jurídicas em 01/08/2000, Liv. A nº 21, Fls. 23 registrada sob nº 33.525. 

A sede administrativa e o foro jurídico da ASPERGS se localiza em Porto Alegre, RS 
Seu endereço para contato é Rua Vigário José Ignácio, 540, 7º andar, bairro Centro Histórico, Porto Alegre, RS, CEP 90.020-110.


História


As Festas Juninas são eventos muito antigos, organizados pelos europeus há mais de dois mil anos, para comemorar o início das colheitas. Na Europa a Festa era Joanina, em homenagem ao nascimento de São João Batista. Os portugueses é que mais tarde incluíram São Pedro e Santo Antônio nas festanças, além de outros elementos, como, por exemplo, as grandes fogueiras - cujo fim simbólico é o de afastar as pragas agrícolas, propiciando boas colheitas -, os fogos de artifício e as bombinhas, para espantar o mau olhado, e os balões coloridos, com pedidos para os santos. 

Os portugueses trouxeram para o Brasil essas Festas Juninas, a partir do ano de 1583. E além das colheitas eles comemoravam também o Dia de Santo Antônio, no dia 13 de junho, data em que começavam as festanças. No dia 24 as comemorações eram para São João; e para São Pedro, no dia 29.
No início dos festejos havia fogueiras, danças e comidas. Com o tempo outras modalidades foram sendo acrescentadas. A quadrilha, por exemplo, foi chegar ao Brasil no século XIX trazida pela Corte Portuguesa.


Finalidade das Festas Juninas dos Gaúchos Brasileiros


As atuais Festas Juninas são chamadas, também, de Caipiras, cujo termo correspondente está a designar os moradores da roça ou do mato – que para os gaúchos brasileiros equipara-se à expressão lá de fora ou da campanha -, isto é, os caboclos, capiaus, jecas, mambiras, matutos, sertanejos, todos estes sinônimos, no Sul do Brasil, da palavra campeiro, própria do Regionalismo Gaúcho Brasileiro.

As Festas Juninas dos Gaúchos Brasileiros devem ser organizadas da mesma forma como o faziam os antepassados gaúchos da Campanha do Estado do Rio Grande do Sul, em épocas anteriores àquela da queima das bandeiras dos Estados, em plena praça pública, no Rio de Janeiro, em 1937, quando ficou proibido o canto do Hino Sul-rio-grandense, o uso do Pavilhão do Estado do RS, das indumentárias, do chimarrão e outros usos e costumes regionalista-tradicionais gaúchos sul-rio-grandenses. 

A finalidade dos Festejos Juninos Gaúchos Brasileiros é a valorização do Folclore e da Tradição Regional dos Gaúchos Campeiros do Pampa do Rio Grande do Sul, suas pilchas, comidas, danças, músicas, brincadeiras e outros aspectos típicos e tradicionais da Terra Sulina, cultuando-os nos atos de comemoração dos Dias dos Santos e das colheitas vindouras, materiais e espirituais.


Festa Junina Gaucha


As brincadeiras juninas são desenvolvidas conforme os costumes de cada região brasileira. Nas Festas Juninas Gaúchas Brasileiras elas devem atender o mais fielmente possível à autenticidade da vida interiorana dos gaúchos do Núcleo da Formação da Tradição Gaúcha Brasileira, ou seja, do Pampa do Rio Grande do Sul, primando-se pelas politicamente corretas e mais afeitas à moral e aos bons costumes dos campeiros sul-brasileiros.

Justificativa

O mês de junho é marcado por muitas festividades que evidenciam a pluralidade cultural existente em nosso país. As festas juninas fazem parte dessa manifestação cultural. Atualmente, poucos espaços públicos tem sido utilizados para os eventos juninos, fazendo com que algumas escolas e a iniciativa privada sejam os principais promotores desse evento na cidade de Porto Alegre.  Essa festividade de grande apelo popular é sem dúvida uma importante oportunidade de socialização. Utilizando o espaço do Parque da Harmonia, podemos promover essa festividade de forma inclusiva e sadia entre os cidadãos de Porto Alegre e os visitantes de nossa capital.


Objetivo


Este projeto tem por objetivo promover a integração e socialização em torno de um evento popular (Festa Junina) caracterizando essa manifestação cultural, utilizando as diversas linguagens artísticas e textuais, promovendo também o senso cooperativo e o respeito às diversidades. Ampliar o senso de civilidade e cidadania através da integração entre as pessoas.

• Promover a socialização.
• Desenvolver o senso cooperativo.
• Praticar ações cooperativas, respeitando as diversas opiniões.
• Apreciar as festividades juninas como festa folclórica brasileira.
• Respeitar as diversas manifestações artísticas produzidas nas festividades juninas.
• Perceber a pluralidade cultural existente nas festividades juninas.






Atividades

Galpão 1

Atividades de jogos juninos para as crianças da rede de escolas municipais e Tertúlia Livre. 

Galpão 2 

Feira de alimentação. Vinhos, pipoca, rapadura, amendoim e outros.

Galpão 3 

Feira de produtos artesanais

Galpão 4 

Feira de alimentação – Bolicho


Atração do dia 30/06 – ADRIANO MACEDO E O GRUPO LOKO DE GAÚCHO


 


Abertura dos bailes: Lucas Xavier



Atração: Fogueira Virtual - LED



Atração: Apresentação de danças tradicionalistas do Estado do Rio Grande do Sul.



 


ASPERGS
Sede administrativa 
Rua Vigário José Ignácio, 540/7º andar
Porto Alegre - RS
CEP 90.020-110.


Leia mais »
Comentários (0) »

Carnaval Alvorada 2011 - AO VIVO no OlharTV

Publicado: Mar 4, 2011 por Arquivado em: Alvorada Cultura

Carnaval em Alvorada

Como j
Leia mais »

Comentários (0) »

ONG MovimentA

Publicado: Jan 19, 2011 por Arquivado em: Alvorada Cultura

         
 

       
         
         
         

 


Leia mais »
Comentários (0) »

Na

Publicado: Jan 17, 2011 por Arquivado em: Alvorada Cultura
Comentários (0) »
Página 1 de 4