Membros

Lembrar de mim

Variedades

CUIDADO! O leite que você toma pode estar contaminado

Publicado: May 8, 2013 por Carlos Arquivado em: Variedades

Marcas de leite contaminado com substância cancerígena são divulgadas

Lotes são dos produtos Italac, Bom Gosto, Mumu e Latvida, diz MP

 0 0

Conforme laudos do Ministério da Agricultura, lotes da marca Mumu estão contaminados | Foto: Divulgação / OA

Conforme laudos do Ministério da Agricultura, lotes da marca Mumu estão contaminados | Foto: Divulgação / OA

O Ministério Público (MP) divulgou nesta manhã as marcas e os lotes de leite contaminados com ureia e formol,substâncias cancerígenas incluídas no produto por cinco empresas do interior do Estado.

Em nota o MP informou que a contaminação foi confirmada em produtos das marcas Italac, Bom Gosto, Mumu e Latvida, conforme laudos de laboratórios credenciados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Confira a lista:

Italac Integral (Lotes L05KM3, L13KM3, L18KM3, L22KM4 e L23KM1);
Italac Semidesnatado( L12KM1);
Bom Gosto/Líder UHT Integral (lote TAP1MB);
Mumu UHT Integral (lote 3ARC);
Latvida UHT Desnatado (Registro 37/661);
Latvida UHT Semidesnatado (Registro 48/661);
Latvida UHT Integral (Registro 36/661);
Latvida Semidesnatado (Registro 48/661) e
Latvida Integral (Registro 24/661).

Fonte: O Alvoradense



Leia mais »
Comentários (0) »

Lei Carolina Dieckmann entra em vigor hoje.

Publicado: Apr 2, 2013 por Carlos Arquivado em: Variedades

''Lei Carolina Dieckmann'' sobre crimes na internet entra em vigor nesta terça

Fonte: Do UOL, em São Paulo

  • Guto Maia/Brazil Photo Press/AE

    7.mai.2012 - Carolina Dieckmann chega para prestar depoimento e entregar seu computador para perícia na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática, no Rio de Janeiro

    7.mai.2012 - Carolina Dieckmann chega para prestar depoimento e entregar seu computador para perícia na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática, no Rio de Janeiro

A Lei 12.737/2012 sobre crimes na internet entra em vigência nesta terça feira (2). Apelidada de "Lei Carolina Dieckmann", ela altera o Código Penal para tipificar como infrações uma série de condutas no ambiente digital, principalmente em relação à invasão de computadores, além de estabelecer punições específicas, algo inédito até então.

Proposta pelo deputado Paulo Teixeira (PT-SP), a Lei 12.737/2012 ganhou o nome "extraoficial" porque, na época em que o projeto tramitava na Câmara de Deputados, a atriz Carolina Dieckmann teve fotos pessoais divulgadas sem autorização. As imagens íntimas foram obtidas do computador dela, após invasão remota da máquina.

nova lei classifica como crime justamente casos como o da atriz, nos quais há a invasão de computadores, tablets ou smartphones, conectados ou não à internet, "com o fim de obter, adulterar ou destruir dados ou informações". 

CrimePenaExemplo
Invadir dispositivo alheio, conectado ou não a rede de computadores, mediante violação de segurança com o fim de obter informações sem autorizaçãoDetenção de três meses a um ano e multaInvadir computador para roubar conteúdos sem consentimento do dono
AgravantesPenaExemplo
Roubo de informação em que causa prejuízo econômicoAumenta a pena de detenção de três meses a um ano e quatro mesesCriminoso rouba conteúdo sigiloso de uma pessoa e apaga a informação, causando perda de dinheiro
Obtenção de conteúdo de comunicações privadas de forma não autorizadaAumenta a pena de detenção de seis meses a dois anos e multaRoubar conteúdo de e-mail ou controlar computadores tornando-os zumbis
Divulgação e comercialização de conteúdo roubado de dispositivo informáticoReclusão de oito meses a três anos e quatro mesesRoubar informações sigilosas e vender ou divulgar na internet 

A lei define também que o crime existe quando o usuário não autoriza o acesso ao aparelho ou quando o criminoso "instala vulnerabilidades para obter vantagem ilícita". A pena nesses casos é de três meses a um ano de detenção, além de multa.

Também está prevista punição de seis meses a dois anos de reclusão, além de multa, para quem obtiver dados "de comunicações eletrônicas privadas, segredos comerciais ou industriais, informações sigilosas", após a invasão ou controle da máquina invadida remotamente. 

A pena nesse caso aumenta de um a dois terços se o crime for cometido contra autoridades do poder executivo, legislativo e judiciário. Também aumenta se houver divulgação, comercialização ou transmissão a terceiros dos dados obtidos.

Punição branda

A punição branda foi criticada por Renato Opice Blum, especialista em direito digital e presidente do Conselho de Tecnologia da Informação da Fecomercio-SP (Federação dos Comércios de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo), durantedebate sobre a nova legislação em março deste ano.

Segundo ele, a pena para quem comete crimes cibernéticos -- que prevê de três meses a dois anos, além de multa -- deveria ser mais severa. "Em 90% dos casos de pessoas sem antecedentes criminais, a pena pode ser revertida em doação de cestas básicas", disse o advogado.

CASOS FAMOSOS

Em 2011, a atriz Scarlett Johansson teve fotos íntimas publicadas na internet depois de ter seu computador invadido. Christopher Chaney, 35, se declarou culpado pela invasão da conta da atriz e de outras celebridades.Foi condenado a dez anos de prisão e deve pagar US$ 76 mil às vítimas.
Em maio de 2012, a atriz Carolina Dieckmann teve 36 fotos íntimas vazadas na internet. Ela disse que foi chantageada por quem invadiu seu computador; a pessoa teria pedido R$ 10 mil. Os supostos autores do crime foram identificados pela polícia dez dias depois do vazamento, e não foram presos. A atriz move um processo contra eles.
Em novembro de 2012, boatos sobre um vídeo de momentos íntimos entre a atriz Ísis Valverde e seu namorado começaram a circular na internet. O autor do suposto vídeo, um paparazzo, teria admitido ser autor dos boatos.Atriz move uma ação contra ele.
Em março de 2013, o ator Murilo Rosa teve imagens em que aparece nu divulgadas na internet, após ser chantageado. As imagens reproduzem um trecho de um vídeo íntimo que o ator fez com a mulher, a modelo Fernanda Tavares, e contêm adulterações. O suspeito da chantagem foi identificado pela polícia, mas não foi preso. O caso foi registrado como extorsão.

Já o deputado Paulo Teixeira, autor do projeto de lei, discordou da crítica e destacou que a legislação servirá como uma ferramenta importante no desmantelamento de grupos organizados que atuam na internet. "Nós precisávamos dessa lei, o Código Penal não dava conta disso", afirmou durante o debate.

Outro problema apontado por especialistas em direito digital é a lei definir que o infrator deve romper algum tipo de barreira de segurança para que haja crime, o que impedirá a punição a quem usa computadores de terceiros. Por exemplo, um colega de trabalho que se aproveite da ausência do usuário do computador, que não deixou a máquina travada com senha, para roubar dados.

Roubo de dados de cartão vira crime

Também entra em vigor nesta terça-feira (2) a Lei 84/99, que equipara a prática de roubo de dados de cartão de crédito ao de falsificação de um documento particular. Quem for acusado de cometer este crime estará sujeito à reclusão de um a cinco anos de prisão ou a pagar multa.

O texto também estabelece punição para quem fornecer informações relacionadas à estratégia militar para o inimigo por meios eletrônicos. 

CrimePena
Equipara-se o crime de falsificação de cartão de crédito/débito ao de falsificação de documentosReclusão de um a cinco anos ou multa

Privacidade exposta: como evitar

Apesar de casos como o da atriz Carolina Dieckmann, que teve fotos íntimas expostas sem sua autorização na internet, serem os que ganham notoriedade na mídia, o problema tem sido cada vez mais comum com pessoas fora do mundo das celebridades. A falta de cuidado com arquivos que contêm informações sensíveis pode acabar custando caro, causando danos irreparáveis, já que é quase impossível retirar totalmente o conteúdo da internet uma vez que ele foi publicado.

A primeira dica é a mais óbvia: evite produzir fotos de si mesmo em situações íntimas. Casos de pessoas famosas (a atriz Scarlett Johansson também foi vítima) indicam que o hábito dos casais em gravarem vídeos e fotos de sua intimidade não é acompanhado do cuidado em manter esses arquivos longe de terceiros. A maioria dos casos no Brasil que vão parar na Justiça envolve namorados que, ao terminar a relação, publicam na internet fotos e vídeos das namoradas, como forma de vingança.

Ampliar

Conheça dicas de comportamento nas redes sociais para evitar problemas e gafes13 fotos

4 / 13
Namorado (a) pediu uma foto sua sexy? Melhor ficar vestido...
Você pode julgar que ele ou ela é o amor da sua vida. Mas você não pode prever o futuro do seu relacionamento. Se depois vocês romperem, o outro terá posse de um material comprometedor que pode ser publicado na internet por vingança. E uma vez que isso aconteça, será muito difícil tirar sua ''foto sexy'' dos sistemas de busca online. E acredite: o dano, psicológico e moral, é grande (Caso gaúcho expõe risco da troca de conteúdo sexual via celular; entenda o sextingReprodução

Você não tem o costume de deixar sua carteira cheia de dinheiro ou a sua bolsa largada em qualquer lugar sem alguma vigilância. Então por que agir assim em relação aos seus dados na internet? Cuidar da segurança online tem de ser uma rotina na vida do usuário.

Mesmo que você não saiba muito sobre tecnologia, existem cuidados simples que evitam o acesso fácil aos seus arquivos. Computadores, celulares e tablets possuem a opção de travamento por senha. Você só consegue usá-los depois de digitar umasenha numérica ou alfanumérica (com letras e números).

Outra precaução é manter instalado no dispositivo, inclusive nos smartphones e tablets, um software de segurança. Eles podem detectar e eliminar ameaças comuns que circulam na internet, como vírus e cavalos de troia (trojans), que deixam os computadores vulneráveis a ataques.


Leia mais »
Comentários (0) »

Diretor do Sebrae ressalta apoio aos pequenos negócios

Publicado: Oct 31, 2012 por Carlos Arquivado em: Variedades

Diretor do Sebrae ressalta apoio aos pequenos negócios

Durante painel, Carlos Alberto dos Santos aborda a importância para a economia de um ambiente favorável ao segmento

 

O diretor-técnico do Sebrae destacou em sua fala que os pequenos negócios precisam utilizar o crédito de forma racional, com uma política de gestão financeira. Ele chamou a atenção para o fato de que as micro e pequenas empresas (MPE) influenciam e são influenciadas pela economia. De acordo com o diretor, mudanças na economia brasileira nos últimos anos favorecem a atuação dos pequenos negócios. “No país, houve aumento e redistribuição da renda, com o surgimento de uma nova classe média com mais de 100 milhões de pessoas”, relatou.

No cenário mais positivo para empreender, Carlos Alberto ressaltou que, hoje, no Brasil, há 2,2 negócios abertos por oportunidade para cada empresa criada por necessidade. Lembrou que quase 99% das empresas são de micro e pequeno porte no país e assinalou a força da participação dos pequenos negócios no tecido econômico de qualquer país.


Leia mais »
Comentários (0) »

Emotions no Facebook

Publicado: Oct 18, 2012 por Carlos Arquivado em: Variedades

Como você já deve ter visto — e usado —, o chat do Facebook disponibiliza emoticons para serem usados nas suas conversas. Com isso, é possível passar um pouco mais do que você está sentindo através desses “rostinhos”, o que torna os diálogos ainda mais completos.

Com o objetivo de oferecer alternativas para as mais diversas situações, a rede social criou 27 emoticons. Você conhece todos eles? Se a resposta for “não”, confira todas as expressões na tabela acima. Lembramos que elas só funcionam no chat e em comentários de posts, como o Tecmundo já noticiou.

Fonte: FBSmileys



Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/facebook/31467-facebook-veja-a-lista-de-emoticons-para-usar-na-rede-social.htm#ixzz29csL0c3u

Leia mais »
Comentários (0) »
Página 1 de 3